Como será o comportamento do setor imobiliário para o segundo semestre de 2022?

Especialistas apontam um crescimento do mercado imobiliário independentemente das incertezas eleitorais

A indústria imobiliária é uma das grandes forças da economia brasileira e representa 8% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional, ficando atrás apenas do agronegócio. Estamos iniciando o segundo semestre de 2022 e teremos pela frente uma corrida eleitoral que poderá definir importantes pautas econômicas, desburocratização de processos e atração de novos negócios para o Brasil. Para falar sobre o assunto, o Imobi News entrevistou Alexandre Schubert, diretor da VTO Polos Empresariais. Confira:

Alexandre Schubert está confiante em uma performance ainda melhor do imobiliário a partir de 2022

Quais as expectativas para o segundo semestre de 2022?

O mercado imobiliário é perene e a gente precisa olhar sempre a longo prazo. Apesar de ser ano eleitoral, o Brasil é um país já consolidado e, mesmo com altos e baixos, consegue se manter positivo. Acho que será um ano de muitos desafios pela característica de ser um ano eleitoral, mas o mercado imobiliário, como é um mercado de longo prazo e como vem sofrendo transformações estruturais em suas formas de financiamento, tem performado de forma positiva. Minha expectativa é de que não iremos repetir a performance do ano de 2021, tão positiva, mas vamos continuar no positivo e com expectativas ainda melhores, principalmente para o final de 2023 e para 2024.

O mercado de lançamentos imobiliários acompanha esse ritmo?

Acredito que o mercado de lançamentos será menor este ano, mas não por ser ano eleitoral. Como em 2020 e 2021 os números de vendas foram surpreendentes, estamos em trabalho de aprovações de licenciamento para novos empreendimentos. Acho que estamos em um vácuo, não por ser um ano eleitoral, mas devido às grandes vendas. Agora estamos em processo de reposição de estoques e de lançamentos.

Você citou que o mercado imobiliário é perene. O que ele precisa em termos de desburocratização para melhorar a performance?

Processos mais simplificados, menos complexos e mais objetivos para aprovações de licenciamentos e registros. A gente precisa passar por um momento de racionalidade nesse aspecto. Uma outra questão são as fontes de financiamento. O país precisa de mais alternativas de capital mais barato para que a gente consiga financiar para o cliente e para a produção a construção de imóveis e a aquisição propriamente dita.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Política de Privacidade

A ImobiGroup respeita a privacidade dos usuários e atua com transparência e ética em relação à captação de dados como nome, telefone e e-mail, fornecidos por você no formulário de contato. Além de relatórios de navegação, capturados via sistema de cookies. 

Todas as suas informações pessoais ficam protegidas por sistemas de segurança on-line, inviabilizando o acesso de terceiros.

Join our newsletter and get 20% discount
Promotion nulla vitae elit libero a pharetra augue